Alumeie a Terra

Um encontro da arte fotográfica com a poesia compartilhada, vindo ao mundo através da ancestralidade da encadernação artesanal.


 A collab, entre a arte de Eduardo Martins e as costuras de  Vermelho Terra, compõe uma série de cadernetas, que utilizam fotos analógicas inéditas de Edu (que alia a técnica de dupla exposição à sua visão de mundo), revelando nuances de flores e águas, luzes e texturas...   
​​​​​​​

A ideia da série "Alumeie a Terra" é abrir espaço para expressar o que só você sabe sobre seu interior, suas histórias diárias, ideias, desenhos e sonhos, na aventura que é ser humano(a). 
Uma poesia acompanha cada caderneta, escrita à mão, no interior de suas folhas.


"Vívida luz
Vem, deságua 
Tinge de rubro e celeste
A profunda vastidão de nós"
​​​​​​​

"Fractais somos, nus
Tal qual janelas 
Espelhando o infinito."

01 - "florescência"
01 - "florescência"
02 - "copas nas águas"
02 - "copas nas águas"
03 - "águas de floresta e céu"
03 - "águas de floresta e céu"
04 - "pés na terra"
04 - "pés na terra"
05 - "campo florido"
05 - "campo florido"
06 - "janelas"
06 - "janelas"
Um caderno é como um portal 
para a expressão pessoal.
Alumeie o mundo, com novas ideias!